Escravos de Ganho

|

Jose Carlos - Monografia - Escravos de Ganho - Get more Business Documents

1 comentários:

Jonas Barbosa disse...

José Carlos, seu trabalho de conclusão de curso é de uma mediocridade impar. É prolixo. Repete até a exaustão argumentos que não se concatenam, ou seja, não têm começo, meio e fim. Melhor dizendo, seus argumentos não resistem nem ao exame da forma, quanto mais ao de conteúdo. Voce deveria ter estudado mais, numa escola melhor e, quem sabe, teria produzido algo melhor.
Deixa eu te dar duas dicas quando voce pensar em "Escravidão".
Primeira: os negros da África não foram os primeiros escravos na história humana. Para voce pensar em escravidão negra, pense antes:
a=Escravidão judia no Egito e na Mesopatamia
b=Escravidão branca na Grécia
c=Escravidão multicultural em Roma
d=Escravidão negra nos países Africanos
Se voce se der ao trabalho de ler sobre estes assuntos, sua visão sobre a escravidão negra nas Américas certamente será muito mais apurada, pois apesar do politicamente correto dos nossos dias fica claro que o homem sempre foi o lobo do homem, o mais forte sempre escravisou o mais fraco.
Veja, até o nativo americano escravisava seus semelhantes antes dos europeus chegarem aqui....
Segunda: Os "imperadores" africanos do Mali sempre foram escravagistas.... eles vendiam os escravos para quem pagasse melhor.
Não seria fácil para os europeus sair caçando os negros na África... Alguém os trazia até os centros de embarque, com o passaporte já carimbado...

Sobre o seu trabalho, o que eu vou
reter como informação relevante é a sua tentativa de mostrar, embora sem conseguir, devo admitir, aquilo que foi a figura do negro de ganho...
Repare: voce afirma que ele também comprava escravos negros... é um paradoxo da época... Além dos europeus, alguns negros previlegiados também exploraram os negros mais incapazes....

Pelo que senti voce é ainda é muito jovem, embora isso não seja desculpa para nada. Temos hoje grandes intelectuais negros, os melhores creio eu na USP de São Paulo. Um grande Geógrafo. Já tivemos os irmãos engenheiros negros que construiram grandes obras no país, os irmãos Rebouças...
Estes homens foram grandes sem se curvar a sua situação de descendentes de escravos.

Concordo plenamente com voce em duas coisas:
primeira: a escravidão negra foi e é uma vergonha para o Brasil, e nós ainda estamos pagando o preço dela ter existido.

segunda: nunca existiu na história da humanidade NADA PIOR DO QUE O EUROPEU e sua arrogância intelectual. Nos últimos 200 anos, após a Revolução Industrial, os brancos europeus quase que destruiram este planeta inteiro.
Inventaram a penicilina e a bomba atômica. A cadeira elétrica e o computador que uso para comentar sua tese de formatura...

Finalizando... o mundo está uma merda... mas basta ver a históría recente de Angola, do Zimbabwe, de Ruanda e de Serra Leao, para saber que os que ficaram na África e que não foram escravizados, nem por isso podem agradecer à Deus por seu destino.
Aliás, muitos deles estão tentando "atravessar" as fronteiras européias para tentar uma vida melhor.... NÃO É UMA IRONIA DA HISTÓRIA: ANTES ERAM ESCRAVOS DOS EUROPEUS... AGORA QUEREM IR PARA A EUROPA, NEM QUE SEJA PARA SER ESCRAVOS......


GRANDE ABRAÇO

JONAS BARBOSA
yonahbarbosa@hotmail.com

PS: Não se preocupe com o meu comentário, pois eu nem consegui cursar a universidade. Sou branco, de familia de periferia de São Paulo, filho de torneiro-mecânico e de dona de casa, sem cultura formal, além de formação técnica em computação.